www.mossoro-reporter.blogspot.com

Loading...

Total de Visitas deste Blog

contador gratuito
TOTAL DE VISITAS ATÉ O MOMENTO

Cadastre-se você também, ja somos 46 brothers no Clube Vip *****

RESERVADO PARA SUA PUBLICIDADE

Calendario

28 de julho de 2015

PREFEITURA INAUGURARÁ CRECHE NO JARDIM SANTA LÚCIA EM BREVE




Na tarde desta segunda-feira (27) o prefeito Hildo do Candango esteve no Jardim Santa Lúcia para vistoriar as instalações da creche do setor. A creche que será inaugurada em breve já realizou o processo de matrícula e agora recebe todo o mobiliário para receber as crianças.

A diretora da unidade Fátima Rêgo, falou do empenho de toda a equipe para organizar o local e receber a crianças da comunidade.

A unidade recebeu por parte da prefeitura investimentos para a construção do muro, pavimentação do pátio interno e outras benfeitorias para que as obras físicas estivessem concluídas. “A unidade não poderia entrar em funcionamento sem os devidos cuidados com a segurança dos alunos, por isto a prefeitura fez a intervenção necessária das instalações”, disse o Prefeito.


A creche passou por toda a tramitação necessária desde aprovação por parte da Câmara Municipal de Águas Lindas, Conselho Municipal de Educação e seu registro na Receita Federal.

Não podemos colocar em funcionamento uma unidade sem o seu devido registro, senão colocaríamos uma unidade que existiria na forma física, mas inexistente como personalidade jurídica. Isto já aconteceu no passado no município. São tramites que devem ser respeitados, esta é a principal orientação do prefeito”, disse o secretário de educação.

As equipes que exercerão atividades na nova unidade já passam por um curso de capacitação para oferecer a comunidade um serviço de qualidade à altura de seus anseios. A equipe da Secretaria de Educação tem trabalhando para que até o final do ano, a creche do Setor 08 também seja entregue a comunidade.

Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura
Fotos: ASCOM 

Terça-feira, 28 de julho, 2015




DALLAGNOL QUER APOIO DE 1,5 MI CONTRA CORRUPÇÃO




O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato, lançou nesta segunda-feira a campanha ‘Dez Medidas contra a Corrupção’, do Ministério Público, que pretende recolher 1,5 milhão de assinaturas para apresentar ao Congresso um projeto de iniciativa popular com ações anti-corrupção.

Com vídeo , que circula nas redes sociais, ele pede ajuda da população para “mudar a história do nosso país”:

video

“Escândalos de corrupção envolvendo diferentes governos e partidos nos enchem de indignação. Anões do orçamento, Propinoduto, Sangue-suga, Mensalão, Lava Jato. A corrupção sangra o nosso país. Apesar dos resultados já obtidos, é muito difícil punir os corruptos no Brasil. Precisamos mudar a legislação para garantir que esses criminosos sejam presos, permaneçam por mais tempo na cadeia e devolvam o dinheiro que desviaram da saúde, segurança e educação. Precisamos de 1,5 milhão de assinaturas para que essas ideias se tornem projeto de lei assim como na ficha-limpa. Se você, assim como eu, entende que está na hora de termos uma nova história, participe da campanha Dez medidas contra a corrupção. O juiz Sergio Moro, os procuradores e os delegados da Lava Jato já assinaram. Assine você também e colha assinaturas. A Lava Jato trouxe esperança, mas agora nós precisamos da sua ajuda. Vamos juntos construir um país mais justo”, disse.

No Rio de Janeiro, em entrevista a jornalistas, ele criticou a corrupção no país e disse que, baseado em dados das Nações Unidas, o Brasil gasta R$ 200 bilhões em propinas todos os anos. Afirmou ainda que o modo de como a corrupção é punida no país "acaba se tornando uma piada".

Os dez temas da campanha contra a corrupção são os seguintes: Prevenção à corrupção, transparência e proteção à fonte de informação; Criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos; Aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores; Aumento da eficiência e da justiça dos recursos no processo penal; Celeridade nas ações de improbidade administrativa; Reforma no sistema de prescrição penal; Ajustes nas nulidades penais; Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2; Prisão preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado; Recuperação do lucro derivado do crime.

(EBC)

Terça-feira, 28 julho, 2015


27 de julho de 2015

MENSAGEM CIFRADA DE ODEBRECHT CITA PRESIDENTE E MINISTROS DO STJ




Marcelo Odebrecht, o maior empreiteiro do país, foi preso no dia 19 de junho na mais importante fase da Operação Lava Jato. O executivo se considerava intocável e tinha a certeza de que seu amplo leque de contatos políticos o livraria dos temidos mandados de prisão assinados pelo juiz Sergio Moro. Enquanto via empresários concorrentes encrencados desde novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a 7ª fase das investigações e levou presos empreiteiros do Clube do Bilhão, Odebrecht tinha uma meta: aproximar-se do atual presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Francisco Falcão.

Mensagens cifradas apreendidas no telefone celular do empreiteiro indicam que o executivo listava Falcão como uma das autoridades que, no limite, podiam atuar em seu benefício em caso de problemas judiciais. No momento em que o empresário tenta conseguir um habeas corpus para ser liberado, está nas mãos do próprio ministro Francisco Falcão o recurso que tenta interromper seus mais de 35 dias de cadeia. Embora esteja preso desde junho, o habeas corpus no STJ foi pensado para ser apresentado apenas nos últimos dias. É que assim o recurso seria estrategicamente distribuído ao ministro, responsável pela segunda metade do plantão do tribunal no recesso do Judiciário.

Em Brasília, Francisco Falcão tem como um dos principais interesses conseguir emplacar o desembargador Marcelo Navarro Dantas para a vaga aberta no STJ com a aposentadoria de Ari Pargendler. Nos bastidores, tem feito investidas no Palácio do Planalto e no Congresso para conseguir que o apadrinhado se torne ministro. Dantas recebeu 20 votos e foi o segundo colocado na lista de candidatos a ser encaminhada à presidente Dilma Rousseff, a quem cabe, ao final, escolher o novo ministro do STJ. Joel Paciornik, com 21 votos, e Fernando Quadros, com 18, completam a relação de indicados à vaga. Interlocutores dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) não têm dúvida: um despacho de Falcão favorável à liberdade de Marcelo Odebrecht seria devidamente recompensado com a indicação de Navarro Dantas para o STJ.

Nas mensagens cifradas no celular de Marcelo Odebrecht aparecem referências a "Falcão" e a "Aprox STJ". O contexto da conversa não foi decodificado pela Polícia Federal. A defesa do empreiteiro tem até a meia noite de hoje para explicar item por item as menções feitas pelo executivo aos mais diversos políticos. Estão listados nas mensagens do empreiteiro, entre outros, o ex-presidente Lula, o atual vice-presidente Michel Temer, o senador José Serra (PSDB) e o governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT). Do STJ também há referências aos ministros Raul Araújo, João Otávio de Noronha e Nancy Andrighi.

(Vagner Rosário/VEJA)

Segunda-feira, 27 de julho, 2015