Mensagem

Cadastre-se você também, ja somos 46 brothers no Clube Vip *****

RESERVADO PARA SUA PUBLICIDADE

Calendario

31 de janeiro de 2017

PT E PDT ARTICULAM BLOCO COM JOVAIR PARA ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA DA CÂMARA




Partidos da oposição, PT e PDT articulam bloco para a eleição da Mesa Diretora na Câmara com PTB, SD, PSC e PROS, legendas que votaram majoritariamente a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e que apoiam a candidatura do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) à presidência da Casa.

O objetivo da "aliança" entre os dois partidos da oposição e as legendas da base aliada que apoiam Jovair é se contrapor ao "blocão" que será formado pelos apoiadores do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que disputará reeleição, e, dessa forma, tentar garantir algum espaço na Mesa Diretora para a grupo.

O blocão de Maia deve ser lançado nesta quarta-feira, 1º, um dia antes da eleição, marcada para 9 horas desta quinta-feira, 2. A previsão é de que seja formado por pelo menos 12 partidos (DEM, PSDB, PMDB, PP, PR, PSD, PRB, PSB PCdoB, PPS, PV, PHS), que reúnem 353 deputados. Com isso, o bloco terá direito as principais escolhas da Mesa.

Candidato a presidente da Câmara pelo PDT, o deputado André Figueiredo (CE), e o líder do PT, Carlos Zarattini (SP), estão negociando a construção do bloco diretamente com Jovair Arantes. "Estamos discutindo", admitiu Zarattini ao Broadcast Político. O grupo convidou o PCdoB para o bloco, mas a sigla recuou e disse que continuará com Maia.

A negociação ocorre mesmo com o discurso de PT e PDT de não se aliar a candidatos que apoiaram o impeachment de Dilma na disputa da Câmara. Deputados petistas, porém, afirmam que o bloco poderá ser formado apenas para garantir espaço para a oposição na Mesa e que opositores continuarão não votando em candidatos "golpistas".

"Ou o PT terá um candidato ou vai apoiar no André", afirmou o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), um dos petistas que também participa das negociações para o bloco com partidos que apoiam Jovair. A decisão sobre quem o partido apoiará para presidência da Câmara será tomada durante reunião da bancada marcada para a tarde desta terça-feira, 31.

Regimento

Segundo o Regimento Interno da Câmara, com exceção da presidência da Casa, os outros cargos da Mesa Diretora devem ser divididos proporcionalmente conforme o tamanho das bancadas dos partidos. As maiores legendas têm direito a escolher os postos primeiros.

Os blocos parlamentares formados, porém, valem como um partido na hora da divisão. Ou seja, quanto mais integrantes tiver o bloco, maiores são as chances de ele ter direito a mais cargos e poder escolhê-los primeiro do que os demais. Os cargos a que tem direito são divididos entre as siglas que integram o bloco. (AE)

Terça-feira, 31 de Janeiro de 2017 ás 16hs50

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.