Mensagem

Cadastre-se você também, ja somos 46 brothers no Clube Vip *****

RESERVADO PARA SUA PUBLICIDADE

Calendario

19 de julho de 2016

PF DESMONTA ESQUEMA DE FRAUDES PREVIDENCIÁRIAS EM GO




O prejuízo causado à Previdência é de R$ 5,7 milhões
A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (19) a Operação Segundo Princípio, com o objetivo de combater esquema de recebimento irregular de benefícios previdenciários por incapacidade, auferidos por ex-funcionários da empresa estatal Metrobus (concessionária de transporte coletivo da capital), bem como de identificar os integrantes da organização criminosa responsável pelo esquema facilitador.

Cerca de 150 policiais federais estão dando cumprimento a 45 mandados judiciais em todo estado do Goiás, sendo 28 de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão, nas cidades de Goiânia, Santa Bárbara, Trindade, Senador Canedo, Indiara, Cachoeira de Goiás e Terezópolis.

A investigação, iniciada em 2016, originou-se de denúncia recebida da Ouvidoria-Geral da Previdência Social (OGPS), que foi submetida à análise da Assessoria de Pesquisa Estratégica e de Gerenciamento de Riscos (APEGR) da Previdência, bem como de realização de diligências policiais que identificaram irregularidades na concessão e manutenção de benefícios previdenciários de auxílios doenças e aposentadorias por invalidez.

Na denúncia em referência, foram listados 32 nomes de titulares de benefícios, os quais foram confirmadas contradições pelo exercício de atividades incompatíveis (laboral ou não) com a alegada incapacidade que ensejou a concessão dos respectivos benefícios obtidos por meio do esquema. Cite-se como exemplo, advogadas em gozo de auxílio doença em concomitante exercício da atividade advocatícia; motorista da empresa Metrobus, aposentado por incapacidade, atualmente trabalhando como taxista na capital; empresários e outros beneficiários com renovação de Carteira Nacional de Habilitação para o exercício da atividade de motorista profissional dentro do período de incapacidade alegada.

A recém-publicada Medida Provisória 739, de 07 de julho de 2016, vai ao encontro do objetivo da Operação Segundo Princípio, os auxílios-doença e as aposentadorias por invalidez identificados como fraudulentos são pagos há mais de dois anos, sem que tenham ocorrido as devidas convocações para a reavaliação pericial.

Estima-se que os fraudadores atuem há mais de 15 anos. Segunda a APEGR da Previdência, a estimativa de prejuízo causado pelo esquema aos cofres da Previdência é de R$ 5,7 milhões. No entanto, a desarticulação do esquema criminoso proporcionou uma economia estimada de R$ 7,8 milhões, considerando a expectativa de vida média da população brasileira.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e uso de documento falso. (AE)

CAIXA VAI PASSAR A FINANCIAR IMÓVEIS DE ATÉ R$ 3 MILHÕES


BC deve anunciar pacote de medidas para destravar crédito imobiliário
A Caixa Econômica Federal vai elevar o teto do valor de imóveis financiáveis pelo banco, o porcentual de financiamento para imóveis de valores maiores e facilitar condições para construtoras, num esforço para acelerar os desembolsos no segundo semestre, disse um executivo do banco.

Uma das principais medidas do pacote, previsto para ser anunciado na próxima segunda-feira, 1º, é dobrar para R$ 3 milhões o valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo banco, de acordo com o vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson Antonio de Souza.

Além disso, segundo ele, a Caixa elevará a cota de financiamento no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), usado para imóveis de valor superior a R$ 750 mil, de 70% para 80% nos imóveis novos, e de 60% para 70% no caso de usados.

O banco também está reabrindo e expandindo uma linha que permite a transferência de financiamento imobiliário que tenha sido contratado com outros bancos. Com isso, mutuários poderão transferir para a Caixa até 70% do empréstimo que tenha tomado com outras instituições financeiras. O limite hoje é de 50%.

Outras medidas para pessoas físicas incluem elevar o nível de aprovação das propostas pelo banco, hoje em torno de 80%, além de uma intensa campanha de divulgação. "No segundo semestre temos que fazer muito mais", disse Souza.

No ano até junho, a Caixa, maior financiador imobiliário do país, concedeu menos de R$ 39 bilhões, de um orçamento para o ano hoje em cerca de R$ 93 bilhões.O esforço para fazer o setor, um dos que mais refletem a forte recessão no país, voltar a ganhar tração inclui também flexibilização de parâmetros para concessão de recursos às construtoras. (AE)

MEDO DO DESEMPREGO BATE RECORDE E É MAIOR DESDE 1999

Levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Ibope, divulgado segunda-feira, 18, revela que o brasileiro nunca teve tanto medo de ficar sem trabalho como agora. Segundo o Índice de Medo do Desemprego, o temor de ficar sem trabalho em unho deste ano chegou ao maior valor da história, superando o temor registrado em julho de 1999, quando o Brasil vivia uma grave crise cambial com uma expressiva desvalorização do real.

Com o País caminhando para mais um ano de forte recessão econômica, o índice saltou 4,2% em relação a junho do ano passado. Em comparação a maio deste ano, o indicador sobre o medo de perder o emprego subiu 1,9%.

Segundo a CNI, o Índice de Satisfação com a Vida dos brasileiros acumula uma queda de 2,6% na comparação com junho do ano passado, apesar de ter registrado um crescimento de 0,8% em relação março.

Considerando toda a série histórica da pesquisa, a satisfação dos brasileiros em junho foi a segunda pior já registrada na pesquisa.

A pesquisa entrevistou 2002 pessoas em 141 municípios entre os dias 24 e 27 de junho. (AE)

Terça-feira, 19 de julho, 2016


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.