Mensagem

Cadastre-se você também, ja somos 46 brothers no Clube Vip *****

RESERVADO PARA SUA PUBLICIDADE

Calendario

29 de junho de 2016

PF DESARTICULA QUADRILHA QUE FAZIA SAQUES FRAUDULENTOS DE PRECATÓRIOS




A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira, 29, a Operação Lázaro, nos Estados do Maranhão, Piauí e de São Paulo, contra um grupo que teria feito saques fraudulentos de precatórios da Justiça Federal.

Cerca de 50 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva nos municípios paulistas de Diadema, Jundiaí, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e São Paulo, São Luis (MA) e Teresina (PI).

De acordo com a PF, a ação é a segunda fase da Operação Triângulo dos Precatórios, desencadeada no final de 2015, “para desmantelar grupo criminoso organizado que realizava saques fraudulentos de precatórios da Justiça Federal em diversos Estados da Federação. Para tanto o grupo selecionava precatórios disponíveis para saques, preferencialmente de pessoas já falecidas, ressuscitando-as mediante a falsificação de documentos”, aponta a PF em nota.

A Polícia Federal estima que o grupo tenha, desde o início das investigações, feito mais de R$ 10 milhões em saques fraudulentos, “valor este que era movimentado e ocultado através de contas bancárias em nome de pessoas físicas e jurídicas laranjas”.

“Dinheiro ilícito que a organização utilizou na aquisição de veículos esportivos importados e de alto luxo”, destaca a PF.

O motivo do nome da operação é em alusão à passagem bíblica do retorno de Lázaro à vida, já que o grupo criminoso utilizava de pessoas falecidas para se beneficiarem desses precatórios.

Apenas os materiais objeto das buscas e apreensões serão encaminhados para a Superintendência da PF em Campo Grande (MS). Os presos e conduzidos serão ouvidos nas respectivas cidades onde forem localizados.

OPERAÇÃO DOMINÓ PRENDE 12 PESSOAS EM QUATRO ESTADOS

A Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) desencadeou nas primeiras horas desta quinta-feira (9) a Operação Dominó para desarticular uma organização criminosa especializada em roubo armado de veículos, adulteração de sinais identificadores e falsificação de documentos.

Cem policiais civis da Divisão de Operações Especiais (DOE) e Divisão de Operações Aéreas (DOA) cumpriram dez mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 17 de busca e apreensão. As ações são em Samambaia (DF), Taguatinga (DF), Riacho Fundo (DF), Gama (DF), Luziânia (GO), Padre Bernardo (GO), Santo Antônio do Descoberto (GO), Arinos (MG) e Avelino Lopes (PI).

De acordo com as investigações, que duraram oito meses, os veículos roubados pelos criminosos no Distrito Federal eram clonados e vendidos a receptadores de outros estados, como Goiás, Minas Gerais e Piauí.

 (AE)

Quarta-feira, 29 de junho, 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.